A Finalidade deste blog tem como objetivo, repassar para nosso povo: "Anoticia , Educação, Cultura, Esporte e Lazer" A Realidade da nossa TERRA, da nossa GENTE, da querida e amada ALTO OESTE.

Nosso E-Mail joseradiocaripina@Gmail.com o Novo Email blogradiocaripina@hotmail.com

sexta-feira, 15 de junho de 2012

O SEMI-ÁRIDO E A SECA

A seca que assola o semi-árido nordestino este ano é apontada pelos especialistas como uma das mais severas dos últimos 40 anos. Segundo as mesmas referências, isso se deve, além da ausência de chuvas, a uma irregular distribuição das poucas precipitações pluviométricas entre as regiões e localidades largamente atingidas.

Mais especificamente no município de Antonio Martins/RN, região do Alto Oeste Potiguar, a situação já e considerada - inclusive por órgãos oficias - como sendo de natureza calamitosa e de dimensões imprevisíveis e preocupantes. Ademais, há estimativas para uma seca excepcionalmente intensa e prolongada.

Reconhecendo a gravidade do problema ora defrontado e em vista o pleno exercício de suas competências, a Secretaria Municipal de Agricultura de Antonio Martins/RN, em consonância com outros setores afins da administração municipal, apresenta um breve panorama crítico da estiagem que acomete a região e, por decorrência, o município.

Dados oficias mostram que já existe mais de 90 % de perda nos setores da agricultura, afetando diretamente a pecuária e a economia, sem contar todos os prejuízos oficialmente não citados, porém percebidos e sentidos pelas vidas desse tão sofrido nordestino. Com efeito, ressalte-se o aumento dos preços, principalmente dos itens alimentícios, tais como: feijão, milho, arroz, farinha,..... notadamente em função da diminuição da oferta de produtos, o que constitui-se mais um agravante ao problema..

Durante décadas, prevaleceu a idéia governamental equivocada de “combate à seca” do Nordeste. O fato é que, por ser um fenômeno natural, sabe-se da impossibilidade de se elimina-lo, senão mitigar suas conseqüências, através de uma metodologia que se adapte a nossa realidade.

Logo, é possível e premente a adoção de medidas públicas para uma nova mentalidade ao enfretamento deste fenômeno, em que o uso de tecnologias alternativas sejam o marco para substanciais mudanças nos modos de pensar e, sobretudo, de viver no sertão. Portanto, invés de “combate à seca”, adote-se a ideias factível de “convivência com a seca”.

Como importantes e viáveis alternativas para o desenvolvimento das condições de vida no semi-árido, cite-se: construção de reservatórios, de barragens subterrâneas e perfuração de poços; monitoramento para a quantidade, qualidade e disponibilidade dos recursos hídricos disponíveis; recuperação e melhoramento de solos; introdução de espécies de animais mais rústicos e adaptados ao semi-árido; implantação de pastagens adaptáveis e forrageiras suplementares; implantação de uma política contínua de assistência técnica in loco; incentivo à produção de alimentos em arranjos produtivos locais, dentre outros.

Em suma, somente a partir de ações e compromisso político e social desse nível, é que o Nordeste brasileiro ganhará certamente um outro paradigma, baseado na capacidade de um povo que, apesar de tantos óbices e desafios, consegue (sobre)viver prazenteiro, sem jamais esvanecer-se da interminável esperança que os faz essencialmente mais fortes e humanos.



A REALIDADE DE ANTÔNIO MARTINS



Antônio Martins está passando por dois anos consecutivos de dificuldades no que se refere às precipitações e para amenizar a situação do tão sofrido homem do campo a Prefeitura Municipal de Antônio Martins e a Secretaria Municipal de Agricultura de Antônio Martins implantou o Programa Garantia Safra do Governo Federal para as safras 2010/2011 e 2011/2012 e este ano ( maio/junho de 2012 ) 264 agricultores familiares vão receber o seguro no valor de 640,00 R$ cada um e a partir de julho ou agosto os agricultores vão receber cada um a importância de 680,00 R$ referente a safra 2011/2012. O ideal é que o homem do campo produza com a sua coragem e determinação, mas medidas como essas vêm amenizar um pouco o sofrimento.

A zona urbana de Antônio Martins também está passando por momentos delicados e se continuar assim a tendência é piorar cada vez mais, e é neste momento que precisamos dar as mãos em prol dessa causa sem nesse momento se preocupar com a parte politica, pois se alguém usar esse problema em causa própria não merece o nosso reconhecimento. A adutora do Alto Oeste é um dos caminhos para solucionar por de vez a situação do abastecimento da zona urbana de Antônio Martins, e isso já está sendo feito pelo governo federal e estadual e para a zona rural a perfuração de poços e construção de barragens, açudes, cisternas e pequenos barreiros é a solução para enfrentar essa adversidade do nordeste brasileiro. As agências financeiras do nosso nordeste também devem olhar como carinho a situação do agricultor que por não ter produzido nada, ficará sem condições de arcar com suas obrigações bancárias e já existe alguma coisa nesse sentido, mas muito tímida para a realidade do sofrimento do nosso homem do campo.



MEDIDAS QUE ESTÃO SENDO ADOTADAS PELA PREFEITURA DE ANTÔNIO MARTINS PARA AMENIZAR OS EFEITOS DA SECA E AJUDAR O NOSSO HOMEM DO CAMPO



  • Implantação do programa garantia safra 2010/2011 e 2011/2012 beneficiando mais de 300 ( trezentas) famílias.
  • Programa de aquisição de Alimentos através das Associações
  • Programa compra direta (50.000,00 R$)
  • Compra de produtos pela CONAB
  • Compra de Milho junto a CONAB ( Sec. Mun. de Agricultura e EMATER-RN - Valor da saca R$ 18,10.
  • A adutora do alto Oeste foi reiniciada para solucionar de vez o problema de abastecimento da cidade Antônio Martins
  • Compra de Ração junto a FAERN no Valor de 100,00 R$ a tonelada. (0,10 R$ o Kg)
  • Contratação de um engenheiro Agrônomo para trabalhar na EMATER de Antônio Martins.
  • Aquisição de mais carros pipas para abastecer o município.
  • Elaboração de Propostas do PRONAF estiagem. ( Açudes, Barragens, Cacimbões, Poços, compra de forrageiras, implantação de forragens, etc.)
  • Um dos 4 (quatro) primeiros municípios do RN a decretar estado de emergência e apto a receber recursos federais segundo a Defesa Civil do RN.
  • Município será atendido pela bolsa estiagem - 400,00 R$ em 5 parcelas.
  • Perfuração e restauração de poços da zona rural pela Secretaria de Recursos Hídricos.
  • Construção de Cisternas de Placas.
  • Início da restauração das estradas do município.





Via Por E-mailAltemar Bezrerra e Messias Torres

Nenhum comentário: