A Finalidade deste blog tem como objetivo, repassar para nosso povo: "Anoticia , Educação, Cultura, Esporte e Lazer" A Realidade da nossa TERRA, da nossa GENTE, da querida e amada ALTO OESTE.

Nosso E-Mail joseradiocaripina@Gmail.com o Novo Email blogradiocaripina@hotmail.com

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Projeto Logos Vestibulares: Eu Sou Fera e meu Texto é Federal


Comentários sobre Martinho Lutero e a divisão do Cristianismo

              Foto: Sulamita Fonseca / Logos Vestibulares

Martinho Lutero, o maior tradutor da bíblia para a língua alemã, veio a se torna monge como cumprimento de uma promessa a Santa Ana, esse fato se dá em uma época onde a Igreja Católica negociava indulgências publicamente com a autorização do Papa, alegando necessidade de arrecadação de fundos.


Já Lutero em contraste, expunha o caráter ofensivo do pecado ensinando que era impossível ao homem por suas próprias obras diminuir a culpa ou fugir do castigo da eternidade


Guiado por Deus ou apenas indignado com as ações católicas, ele tornou clara e populares suas idéias quando escreveu em 1517, suas 95 teses contra a venda de indulgências, mal foram fixadas as teses, elas ecoaram por toda a Alemanha despertando a nação da inércia e fazendo estremecer as bases do velho edifício de Roma.


Depois de afixadas as 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, uma cópia é direcionada e entregue ao Papa, a crise explodiu.


Devido a posição que defendia em suas 95 teses ele recebeu uma intimação para comparecer a Roma a fim de responder por acusações de heresia. Os amigos de Lutero não concordaram com sua ida até aquele lugar e apelaram para que ele fosse interrogado na Alemanha.


A noticia da chegada de Lutero em Augsburgo proporcionou um sentimento de êxito aos representantes do Papa, eles queriam que ele se perdesse em todos os pontos possíveis, e sem argumentação no julgamento, ele próprio se condenasse.


Um grupo de pessoas foi designado para constrangê-lo com relação a sua posição filosófica e religiosa, caso ele permanecesse firme aos seus princípios, esse grupo deveria banir, punir, amaldiçoar e excomungar não só o próprio, mas todos os que estivessem a ele ligados.


Os inimigos de Lutero fizeram tudo para que ele volta-se atrás em seus posicionamentos, de nada adiantou, por dois dias consecutivos o monge agostiniano sustentou suas teses, chegando a dizer no ultimo dia do julgamento que renegaria todas as sua doutrina, mas para isso, ele teria que ser convencido a luz das escrituras sagradas, fato que não aconteceu.

Finalmente o ameaçaram dizendo que ele se retirasse ou seria levado a Roma, silenciosamente Lutero saiu e naquela mesma noite aconselhado por alguns amigos abandonou aquela cidade, quando seus inimigos se deram conta ele já estava longe e a salvo.


Lutero morreu em1560, durante sua vida ele casou-se com uma freira chamada Katharina Von Bora e juntos geraram seis filhos.

Por: Sulamita Fonseca
(Aluna do 3° ano do Ensino Médio da Escola Estadual Governador Walfredo Gurgel).

Nenhum comentário: